Cole aqui

Para essa semana mais uma dica quente de decor e personalização gastando pouco, afinal dá para dar uma mudada na cara de um ambiente sem precisar grandes mudanças. E a dica ouro da vez são os tecidos adesivos!

1554a647098d1a60735d92cbb1c2383e

Feitos em poliéster, os tecidos adesivos são autocolantese aderem em qualquer superfície lisa e em diversos tipos de materiais como madeira, vidro, cerâmica, gesso, tecido, parede… São também impermeáveis, o que permite sua utilização em áreas molhadas, como no banheiro (só não é recomendado dentro do box, onde a intensidade de agua corrente é grande). Além disso a manutenção é simples precisando apenas de pano úmido e sabão neutro.

corta_imagem

De fácil instalação esse material permite que nós mesmos possamos pôr a mão na massa e personalizar nossos espaços dando aquela bossa no decor. Uma boa dica é forrar com adesivos diferentes a parede do fundo dos nichos. Divertida e dinâmica essa intervenção torna o ambiente mais aconchegante e descontraído

2d7b2aa2ab7804e097c0d2d7097fe1fe

O Banheiro pode mudar rapidamente de cara com a aplicação do adesivo com tema de ladrilho hidráulico (tipo de revestimento que falamos recentemente aqui no site). Sobrará charme retrô no seu novo banheiro!

a72239dafbbf94cea6bb835f216f44b6

O espelho da escada também pode receber a aplicação e tornar até esse elemento a sua cara, e por ser inusitado trará ainda mais singularidade ao espaço.

6bb89545bf4cee972b07ea1cfd7c7c6e

Curtiram? Agora é escolher o que lhe agrada e partir para a transformação. Pode escolher um móvel para dar uma repaginada, revestir os azulejos ou uma parede, fazer um patchwork no quarto da filha… Pode até mesmo reviver aquela bandeja esquecida, dar uma renovada compor com algumas taças e decorar um canto da cozinha ou aquele aparador da sala… Botem criatividade e personalidade nisso!

 a09a83661d70da57f50295909c129173

Fotos: Reprodução

Por Felype Araújo, arquiteto, amante das artes e admirador de singularidades, sócio proprietário da Savoir-Faire Arquitetura e Design e arquiteto na Globo Engenharia e Arq

A evolução de um look

Melhor coisa que você pode fazer para o seu estilo e bolso é entrar em paz com seu guarda-roupa. Saber exatamente quais peças você possui, quais ficam bem em seu corpo e  escolher itens que permitam várias combinações. Um site de vendas norte-americano propôs “A Evolução de um look”. Eles trocaram alguns elementos de um look básico, em cada mudança acabava criando uma  interessante variação. Vão desde o casula até o mais arrumado.

Pode ser uma ideia pra incentivar você a olhar o seu acervo de forma mais criativa e não entrar num ciclo de consumismo desnecessário. Mesma calça, camisa e gravata. A troca aqui foi simples, sai o casaco entrando um blazer (nas mesmas cores) e depois o sapato de camurça clássico dá lugar a um tênis branco, usado sem meia, já conferiu um ar de “pronto para o happy hour”.

O look  retorna agora acrescido de uma pasta, trancando o blazer por uma jaqueta jeans e em seguida a gravata por um lenço. Adaptável a qualquer ambiente (escritório menos formal, faculdade).

Surpreendente como usar uma calça mais clara faz com que toda a composição se torne despojada. O óculos de sol e uma mochila deixa um ar de viagem rápida de fim de semana.  Apostar no básico e clássico é sempre um bom caminho para o acerto. 

 

Por Leo Amaral

Mercado de Pulgas de Paris

Se você gosta de viajar para garimpar como eu vai ficar encantada com essa dica do Yuji Sogawa direto de Paris. Ele se encantou com o Le Marché aux Puces, o grande mercado de pulgas parisiense composto por antiquários e barracas. Abaixo ele explica tudo e nos envia belas imagens do que chamou a sua atenção.

Na verdade o Le Marché aux Puces é um conjunto de 14 mercados, em efeito comparativo é como se uníssemos 14 Ceasinhas do Rio Vermelho. Daí você pode ter uma ideia do tamanho. É a maior feira de antiguidades do mundo, lá você encontra de tudo, de brechós, até lojas de relíquias arqueológicas, e moveis de época (verdadeiros). Esse é literalmente o verdadeiro mercado de pulgas. Originou o nome para todos os outros, começou em meados do seculo XVII,passando por inúmeras reformas ao longo do tempo. Com 9 000 metros e mais de 300 Stands, é considerado um mercado de referência.

By Yuji Sogawa-46

By Yuji Sogawa-21

Confesso que não consegui andar tudo, mas boa parte e vi coisas realmente lindas. Os logistas não gostam muito de fotos. Por lá é possível encontrar peças da época da Roma antiga, da Grécia, medievais até o início do século XX. Belos lustres de casas e castelos que foram reformados, ou quadros de famílias aristocráticas encantam o olhar. Os preços variam a depender da raridade do que escolhemos.

By Yuji Sogawa-12 - Copia

By Yuji Sogawa-10 - Copia

By Yuji Sogawa-8 - Copia

Os colecionadores de brinquedos antigos vão enlouquecer. Outra coisa que chama muito a atenção são os elementos étnicos, de tribos africanas.

By Yuji Sogawa-78

By Yuji Sogawa-74 By Yuji Sogawa-69

É um lugar super bem frequentado, com especialistas e decoradores andando por lá. Foi cenário para o filme de Woody Allen, Meia-noite em Paris. Minha dica para chegar lá é usar o metrô. Basta pegar a linha 4 e ir no sentido a Porte de Clignancourt . Não se engane ao descer do metro e se deparar com um mercado popular e achar que lá é o mercado, pois não é. Esse é um que foi atraido pelo sucesso do Marché aux Puces, vale dá uma olhada. Mas ande mais três quadras ao norte até chegar na entrada. Não existe uma principal, mas si várias. Tem tando camelos ao redor que você acaba se confundindo, é tipo caça ao tesouro. Dê uma perguntada que não custa nada.

By Yuji Sogawa-3

By Yuji Sogawa-35

No mercado você se pratica todos os preços, tem coisinhas de 1 euro, e o que eu vi de mais caro custava 7 mil euros. O melhor é que os vendedores gostam de negociar,  faz parte da cultura local. Você joga para menos, eles  para mais e ai vai se construindo o preço. É um daquelas experiências indispensáveis para quem visita Paris.

Abaixo uma galeria com mais fotos feitas por mim passeando pelo Marché! E até breve com mais novidades e achados de Paris.

  • By Yuji Sogawa-7
  • By Yuji Sogawa-61
  • By Yuji Sogawa-19
  • By Yuji Sogawa-20
  • By Yuji Sogawa-22
  • By Yuji Sogawa-25
  • By Yuji Sogawa-26
  • By Yuji Sogawa-27
  • By Yuji Sogawa-28
  • By Yuji Sogawa-31
  • By Yuji Sogawa-34
  • By Yuji Sogawa-38
  • By Yuji Sogawa-42
  • By Yuji Sogawa-43
  • By Yuji Sogawa-48
  • By Yuji Sogawa-51
  • By Yuji Sogawa-52
  • By Yuji Sogawa-56
  • By Yuji Sogawa-64
  • By Yuji Sogawa-66
  • By Yuji Sogawa-77
6 Curtiram este Look!
Carregar Mais