Mercado de Pulgas de Paris

Se você gosta de viajar para garimpar como eu vai ficar encantada com essa dica do Yuji Sogawa direto de Paris. Ele se encantou com o Le Marché aux Puces, o grande mercado de pulgas parisiense composto por antiquários e barracas. Abaixo ele explica tudo e nos envia belas imagens do que chamou a sua atenção.

Na verdade o Le Marché aux Puces é um conjunto de 14 mercados, em efeito comparativo é como se uníssemos 14 Ceasinhas do Rio Vermelho. Daí você pode ter uma ideia do tamanho. É a maior feira de antiguidades do mundo, lá você encontra de tudo, de brechós, até lojas de relíquias arqueológicas, e moveis de época (verdadeiros). Esse é literalmente o verdadeiro mercado de pulgas. Originou o nome para todos os outros, começou em meados do seculo XVII,passando por inúmeras reformas ao longo do tempo. Com 9 000 metros e mais de 300 Stands, é considerado um mercado de referência.

By Yuji Sogawa-46

By Yuji Sogawa-21

Confesso que não consegui andar tudo, mas boa parte e vi coisas realmente lindas. Os logistas não gostam muito de fotos. Por lá é possível encontrar peças da época da Roma antiga, da Grécia, medievais até o início do século XX. Belos lustres de casas e castelos que foram reformados, ou quadros de famílias aristocráticas encantam o olhar. Os preços variam a depender da raridade do que escolhemos.

By Yuji Sogawa-12 - Copia

By Yuji Sogawa-10 - Copia

By Yuji Sogawa-8 - Copia

Os colecionadores de brinquedos antigos vão enlouquecer. Outra coisa que chama muito a atenção são os elementos étnicos, de tribos africanas.

By Yuji Sogawa-78

By Yuji Sogawa-74 By Yuji Sogawa-69

É um lugar super bem frequentado, com especialistas e decoradores andando por lá. Foi cenário para o filem de Woody Allen, Meia-noite em Paris. Minha dica para chegar lá é usar o metrô. Basta pegar a linha 4 e ir no sentido a Porte de Clignancourt . Não se engane ao descer do metro e se deparar com um mercado popular e achar que lá é o mercado, pois não é. Esse é um que foi atraido pelo sucesso do Marché aux Puces, vale dá uma olhada. Mas ande mais três quadras ao norte até chegar na entrada. Não existe uma principal, mas si várias. Tem tando camelos ao redor que você acaba se confundindo, é tipo caça ao tesouro. Dê uma perguntada que não custa nada.

By Yuji Sogawa-3

By Yuji Sogawa-35

No mercado você se pratica todos os preços, tem coisinhas de 1 euro, e o que eu vi de mais caro custava 7 mil euros. O melhor é que os vendedores gostam de negociar,  faz parte da cultura local. Você joga para menos, eles  para mais e ai vai se construindo o preço. É um daquelas experiências indispensáveis para quem visita Paris.

Abaixo uma galeria com mais fotos feitas por mim passeando pelo Marché! E até breve com mais novidades e achados de Paris.

  • By Yuji Sogawa-7
  • By Yuji Sogawa-61
  • By Yuji Sogawa-19
  • By Yuji Sogawa-20
  • By Yuji Sogawa-22
  • By Yuji Sogawa-25
  • By Yuji Sogawa-26
  • By Yuji Sogawa-27
  • By Yuji Sogawa-28
  • By Yuji Sogawa-31
  • By Yuji Sogawa-34
  • By Yuji Sogawa-38
  • By Yuji Sogawa-42
  • By Yuji Sogawa-43
  • By Yuji Sogawa-48
  • By Yuji Sogawa-51
  • By Yuji Sogawa-52
  • By Yuji Sogawa-56
  • By Yuji Sogawa-64
  • By Yuji Sogawa-66
  • By Yuji Sogawa-77
1 Curtiu este Look!

Abrindo meu guarda-roupa

Sempre gostei de comprar em brechós. O que mais me atrai é o garimpo e a possibilidade de encontrar peças únicas. Como adepta desse tipo de consumo sustentável, não poderia deixar de também estimular essa prática. Por isso, topei abrir meu closet para um evento especial. Selecionei peças atuais, muito bem conservadas, algumas até sem uso e colocarei a venda.

O agito vai acontecer na quinta-feira (dia 23 de outubro)  das 9 da manhã, às 19 na loja The Finds, no Rio Vemelho. Anota o endereço: Rua Itabuna, nº 160, Rio Vermelho , telefones: 71 3508-8088/9733-8880. Fica na mesma rua da EBADE. Na dúvida é só olhar no Google Maps que não tem erro. Clica aqui nesse link, já adiantei o trabalho para vocês!

Tem de tudo um pouco. Separei vestidos, blusas, calças, shorts sapatos, bolsas, acessórios e óculos escuros.Você não vai sair sem levar nada, assim espero (risos)!

13

03

04

Os preços estão bem amigos do bolso, têm bijous de R$ 5 e R$ 15, camisetas a R$ 40.Esse open close é bem hi-lo, super minha cara! Então tem peças vindas desde fast-fashion como Zara e Topshop à marcas nacionais que gosto, Farm, Arezzo, Schutz,Espaço Fashion, Le lis, Bobstore e Amapô. Para deixar ainda mais atraente o brechó tem uma seção especial itens de assinados por brands internacionais, Chloé, Miu Miu, Dona Karan, Tod´s e Dolce & Gabbana por exemplo dão pinta. O importante para mim é o bom design e estilo.

02

06 05

Montei algumas produções somente com o que você poderá arrematar no brechó. Dá uma olhada!

09 08 07 16 10 12

 

Serviço: Aceitaremos preferencialmente dinheiro, mas também cartão de crédito e débito.

No meu Ipod

Música me deixa motivada durante o dia inteiro. Estou sempre ouvido algo, em casa, academia,trabalho, principalmente no carro. Selecionei a minha favorita do momento. É a francesa Lou Doillon. Filha da ícone fashion dos anos 60 Jane Birkin é considerada uma rebelde, além de cantar também atua e é modelo. Desde os 9 anos chama a tenção por usar camisetas de bandas de rock e até dreads nos cabelos.

GD01_070_107

Seu visual é super rockeira. Usa bastante calças jeans de cintura alta com sobreposições criativas, como casacos militares, suspensórios e os chapéus de aba larga são suas marcas registradas. Já figurou nas páginas de Vogue francesa, estrelou campanha para a Gap e Givenchy, além de ter posado para o badalado e sensual calendário Pirelli. O estilista ex Balenciaga, atual Louis Vuitton, Nicolas Ghesquière é seu amigo e também a considera uma musa de estilo.

LouD

Lou-Doillon-10 LouStyle4

A voz de Lou é super doce, suave e as suas canções uma delícia de ouvir. Ela promete um disco novo para breve, mas o primeiro chamado  ”Places” vale muito a pena ser ouvido. Se você não a conhecia vai curtir com certeza. Trilha perfeita para animar a rotina. Vem ouvir!

Carregar Mais